Poesia

Criação

Ao esvaziar-me faço me plena
Literadura
Onde a minha liberdade poética
Finca raízes
Onde me dissolvo em símbolos
E deixo de ser
Para ser eu

Radicais,,,,,,, e mais vírgulas
Sufixadas debaixo da minha pele
……. de interrogação
Teses, antíteses de mim
Eu mesma
Materializando-me no tronco
Invadindo as ramificações
Caindo da árvore
Fruto da minha imaginação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s