Poesia

Lírica

Lírica
Sendo tocada pelos teus dedos
Dedilha-me eu te peço
Roça os teus dedos pelo meu corpo
Curvo, arcado

De prazer
Separa cada corda do meu coração
Dilacera os tons
Que eu emito
Sem medo de preencher os teus ouvidos
Com aquilo que me fazes sentir

E eu te sinto
Invadindo cada vão
Confundindo-te com os acordes
Desarmonizando a canção
Subindo as escalas
Escrevendo no meu corpo
Música finita
Prazer transcendente
Provocados pelos teus dedos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s